Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:


Geografia (A): Isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra
Autor: Yves Lacoste
Editora: Papirus Editora
Edição: 19
Área: Geografia / Astronomia
Coleção: Catálogo geral
Código: 9788530804473
ISBN: 978-85-308-0447-3
Lançamento: 28/01/2016
Ano 1ª Edição: 1988
Acabamento: Colado e costurado
Encadernação: Brochura
Nº Páginas: 240
Orelha: Sim
Público Alvo: Professores e alunos de Geografia.
Preço de Capa: R$ 57,50
Peso (Kilos): 0,29

Sinopse

Uma das razões de ser fundamentais da geografia é dar conta da complexidade das configurações do espaço terrestre. Os fenômenos que podem ser isolados pelo pensamento, segundo as diferentes categorias científicas (geologia, climatologia, demografia, economia etc.), ordenam-se em grandes espaços geográficos.
Nesse livro, Yves Lacoste desmistifica a suposta "neutralidade" da geografia e chama a atenção para as consequências que podem advir para as populações atingidas pela "organização" de seu espaço. Ao mesmo tempo, conclama a corporação dos geógrafos a assumir uma posição militante contra a instrumentalização da geografia pelos estados-maiores estatais ou privados.

Sumário

Apresentação - José William Vesentini
A propósito da terceira edição

Uma disciplina simplória e enfadonha?
Da geografia dos professores aos écrans da geografia-espetáculo
Um saber estratégico em mãos de alguns
Miopia e sonambulismo no seio de uma espacialidade tornada diferencial
A geografia escolar que ignora toda prática teve, de início, a tarefa de mostrar a pátria
A colocação de um poderoso conceito-obstáculo: A região-personagem
As intersecções de múltiplos conjuntos espaciais
O escamoteamento de um problema capital: A diferenciação dos níveis de análise espacial
A "realidade" parece diferente segundo a escala das cartas, segundo os níveis de análise
Uma etapa primordial no caminho da investigação geográfica: A escolha dos diferentes espaços de conceituação
As diferentes ordens de grandeza e os diferentes níveis de análise espacial
As estranhas carências epistemológicas da geografia universitária
Uma prática universitária que é, cada vez mais, a negação do projeto global
Ausência de polêmica entre geógrafos. Ausência de vigilância a respeito da geografia
Concepções mais ou menos amplas da geograficidade. Um outro Vidal de La Blache
Historiadores que querem "uma geografia modesta"
Os geógrafos universitários e o espectro da geopolítica
Marx e o espaço "negligenciado"
Sintomas das dificuldades do marxismo em geografia
Princípios de uma geografia marxista ou fim da geografia?
Do desenvolvimento da geografia aplicada à "New Geography"
Geógrafos mais ou menos proletarizados para pesquisas parcelares confiscadas por aqueles que as pagam
Para uma geografia das crises
Esses homens e essas mulheres que são "objetos" de estudo
É preciso que as pessoas saibam o porquê das pesquisas das quais são o objeto
Crise da geografia dos professores
Os primórdios de uma grande polêmica epistemológica
Saber pensar o espaço para saber nele se organizar, para saber ali combater
O mundo é bem mais complicado do que se quer acreditar
É preciso ultrapassar a crise da geografia
Os geógrafos, a ação e o político
Os geógrafos...
A ação...
O político...
Ensinar a geografia
Para progressos da reflexão geopolítica na França

.